Lula alerta ministros para que parem com bate-boca público sobre ambiente

Presidente diz que disputa entre Reinhold Stephanes e Carlos Minc deve ser resolvida "dentro do governo"; há risco de demissões

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Irritado com o bate-boca público entre o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, e o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ordenou o fim das discussões sob a possibilidade de demissão.

As questões acerca das alterações na legislação ambiental têm gerado grande polêmica entre os Ministérios, que de vez em quando aparecem brigando na imprensa. Lula disse que o caso deve ser resolvido “dentro do governo”, e caso isso não seja possível, que eles entreguem suas cartas de demissão.

O presidente, que sempre incentivou o debate e as divergências de idéias dentro de seu próprio governo, afirmou que a situação atual já extrapolou os limites. “Stephanes classificou Minc de incorreto. Minc respondeu que Stephanes estava descompensado. Isso não é possível”, disse.

Estopim

Aprenda a investir na bolsa

Toda essa confusão se tornou um bate-boca público quando Stephanes resolveu extinguir um grupo de trabalho que discutia uma proposta para revisar o Código Florestal, que estava em vigor desde 1965. Segundo membros do governo, o impasse entre ambientalistas e ruralistas fomentou a medida.