Pós CNT/MDA

“Lula ainda está longe do ocaso político”, afirma consultoria

Para LCA Consultores, pesquisa CNT/MDA da véspera foi uma boa notícia tanto para a presidente Dilma Rousseff quanto para o ex-presidente

SÃO PAULO – De acordo com a análise da LCA Consultores, a pesquisa CNT/MDA divulgada na véspera (24) foi uma boa notícia tanto para a presidente Dilma Rousseff quanto para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “A julgar pela CNT-MDA, Lula ainda está longe do ocaso político”, afirma a consultoria. 

A pesquisa mostrou recuo da rejeição de Dilma em fevereiro, mostrando que a avaliação ruim/péssima do governo passou para 62,4%, ante 70,0% em outubro. O levantamento mostrou ainda que agora 11,4% avaliam o governo como ótimo ou bom, ante 8,8% em outubro.

A LCA ressalta que a avaliação negativa do governo caiu além da margem de erro, a aprovação de Dilma aumentou e a pesquisa mostrou ainda que o brasileiro está um pouco mais otimista em relação à economia, à saúde e à educação. 

PUBLICIDADE

Veja mais: Seja para 2016 ou para 2018: quem está saindo na frente para ser o novo presidente?

Já nas simulações para a disputa presidencial de 2018, a LCA destaca a queda das intenções de voto de Aécio Neves (PSDB-MG). Na pesquisa espontânea, o senador tucano perdeu 3 pontos. Na simulação de segundo turno contra Lula, recuou 5 pontos. No cenário entre Aécio e Lula, o tucano aparece com 40,6% das intenções de voto, bem abaixo dos 45,9% de outubro, mas ainda com uma larga vantagem em relação aos 27,5% do petista (que tinha 28,3% em outubro).  “O ex-presidente Lula ficou estável nos dois casos, apesar dos casos triplex e sítio em Atibaia”, destaca a LCA.

A consultoria reforça que Lula ainda está longe do ocaso político, uma vez que aparece com números competitivos em todos os cenários, apesar de 13 pontos atrás de Aécio e 10 abaixo de Marina Silva (Rede) no segundo turno.

Por outro lado, aponta, como as perspectivas continuam negativas para a economia até pelo menos o final do primeiro semestre, é pouco provável que esses números indiquem uma tendência de recuperação consistente da popularidade do governo Dilma.

Leia também:

InfoMoney atualiza Carteira para fevereiro; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa