Delação

Lúcio Funaro diz que Temer sabia de esquema na Caixa Econômica

O caso em que Funaro presta depoimento investiga desvios a partir de contratos da Caixa

SÃO PAULO – Em audiência realizada nesta sexta-feira (27) na Justiça Federal de Brasília, o corretor Lúcio Funaro afirmou que o presidente Michel Temer sabia do esquema na Caixa Econômica Federal, que era operado pelo ex-vice-presidente de Fundos e Loterias do órgão Fabio Cleto.

Ao falar sobre o caso, Funaro foi perguntado pela Procuradoria da República sobre quem dentro do PMDB tinha conhecimento do esquema de Cleto: “Geddel (Vieira Lima) com certeza, Lúcio (Vieira Lima) com certeza, Henrique (Eduardo Alves), Michel Temer, Moreira Franco, Washington Reis”, elencou Funaro.

O caso em que Funaro presta depoimento investiga desvios a partir de contratos da Caixa. Cleto afirmou em depoimento na mesma audiência que Cunha e Funaro intermediavam o repasse de propina para garantir a empresas a liberação de contratos com a Caixa. No depoimento, Cleto falou que sua indicação para a Caixa foi patrocinada por Cunha, que levou seu nome a Henrique Eduardo Alves.

PUBLICIDADE

Cleto afirmou que mantinha Funaro ou Cunha informados sobre as empresas que tentavam operações com o FI-FGTS. Os dois a partir daí procuravam as empresas para negociar pagamento de propina e davam sinal a Cleto sobre como ele deveria votar naquela operação. “Aprovada, algum tempo depois eles me comunicavam o porcentual que supostamente tinham conseguido e me pagavam um porcentual disso, pré-aprovado”, afirmou Cleto.

(Com Agência Estado)