Ministro da Fazenda

Levy diz que MPs 664 e 665 deverão ser votadas na quarta-feira

Segundo ele, as propostas de mudanças em áreas como seguro-desemprego e pensão por morte deverão ser aprovadas até o final de junho

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou na noite de terça-feira, 4, acreditar que as medidas provisórias 664 e 665, que tratam de novas regras para benefícios sociais e trabalhistas, serão votadas pelo Congresso na próxima quarta-feira, 6. Segundo ele, as propostas de mudanças em áreas como seguro-desemprego e pensão por morte deverão ser aprovadas até o final de junho.

“A gente tem de tentar acelerar todas as medidas, inclusive a desoneração de folha, para terem efeito ainda neste ano, serem aprovadas neste semestre, e para sinalizar as coisas”, comentou Levy em evento à noite na capital paulista. “A gente não quer ficar empurrando o ajuste para o ano que vem. Temos de fazer as coisas rápidas para que no ano que vem estejamos na agenda Triplo A, que é crescimento, volta do emprego.”