Realismo

Levy avalia que sistema cooperativo é o que mais “sabe da realidade”

A afirmação foi feita durante o evento "Novo Ciclo do Cooperativismo de Crédito no Brasil", realizado na sede do BC, em Brasília

Aprenda a investir na bolsa

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, destacou nesta quarta-feira, 5, que o sistema cooperativo é aquele que mais “sabe da realidade”, é o que chega mais na ponta, está no homem do campo e da cidade. A afirmação foi feita durante o evento “Novo Ciclo do Cooperativismo de Crédito no Brasil”, realizado na sede do BC, em Brasília.

Para o ministro, o cooperativismo é um sistema que responde rapidamente a estímulos e que é construído de baixo para cima. Ele enfatizou que as medidas a anunciadas mais cedo pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para o setor são uma amostra do que é possível se fazer no Brasil com esse segmento. “As medidas anunciadas por Tombini são ótimo exemplo do que são medidas estruturais. Segmentar o setor de acordo com o risco é uma medida micro que vai aumentar a eficiência e a segurança do sistema, vai reduzir os custos também”, pontuou.

Levy acrescentou que esse tipo de medida traz clareza e previsibilidade. “É o tipo de medida que ajuda o Brasil a crescer”, resumiu. “Temos tomado outras medidas no CMN de cunho econômico, acho fundamental para continuarmos avançando no reequilíbrio da nossa economia e do sistema financeiro”, continuou.

Aprenda a investir na bolsa

Tombini anunciou hoje medida que muda a segmentação das cooperativas de crédito. Segundo ele, serão três categorias: plena, clássica, e capital e empréstimo.