Operação Lava Jato

Lava Jato pede que Moro cobre de Lula explicações sobre caixas de presentes em cofre

As caixa foram apreendidas pela Polícia Federal na Operação Alethea, 24ª fase da Lava Jato, em março

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A força-tarefa da Operação Lava Jato pediu que o juiz federal Sérgio Moro intime pela segunda vez o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele se manifeste sobre as 23 caixas com presentes recebidos em cofre do BB pelo petista no período que ocupou a Presidência, segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo.

As caixa foram apreendidas pela Polícia Federal na Operação Alethea, 24ª fase da Lava Jato, em março. A Procuradoria quer que a defesa do petista indique, de “modo analítico” quando e em que circunstâncias o ex-presidente recebeu os objetos. Sérgio Moro ainda não se manifestou sobre o pedido. 

Moro já havia notificado a defesa de Lula em março. Na época, os advogados pediram um prazo adicional de cinco dias para se manifestar devido ao volume do material apreendido. Contudo, o processo foi suspenso temporariamente naquele mês por determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki. O ministro acatou um recurso movido pela defesa de Lula questionando a competência da Lava Jato em Curitiba para investigar fatos envolvendo os diálogos do ex-presidente com autoridades com prerrogativa de foro. Em junho, o STF devolveu os inquéritos para Moro. 

PUBLICIDADE