Operação Lava Jato

Lava Jato: Google paga multa de R$ 500 mil por recusar interceptar e-mails, diz jornal

Anteriormente, o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, havia bloqueado R$ 2,1 milhões do Google Brasil, mas foi feito um acordo

SÃO PAULO – De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, bloqueou R$ 2,1 milhões do Google Brasil. O motivo? A empresa se recusou a fazer a interceptação dos e-mails de investigados que deu origem à apuração.

Porém, a empresa de internet recorreu alegando que apenas uma ordem ante uma cooperação judicial entre Brasil e EUA poderia obrigá-lo a interceptar as mensagens, já que a sede fica naquele país. Porém, o argumento acabou não valendo e, através de um acordo, o Google pagou R$ 500 mil, sendo que o valor restante foi devolvido à empresa. 

O Google também prometeu rever as suas políticas a respeito das ordens judiciais no Brasil. O imbróglio começou em 2013, quando Moro ordenou que o Google interceptasse quatro contas de e-mail para um inquérito que investigava os negócios de uma doleira.