Lava Jato

Laudo da PF aponta rombo de até R$ 42 bilhões na Petrobras

Até então, o número máximoestimado devido a pagamentos indevidos da Petrobras era de R$ 20 bilhões

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um novo laudo pericial da Polícia Federal obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta que pagamentos indevidos feitos pela Petrobras (PETR3;PETR4) entre 2004 e 2014 para 27 empresas que estão sendo investigadas pela Operação Lava Jato podem chegar a R$ 42 bilhões. Até então, o número máximo era de R$ 20 bilhões.

As maiores empreiteiras do País teriam se beneficiado de um esquema de cartel que agia com políticos do PT, PMDB e PP, além de agentes públicos.  “Considerando que em ambiente cartelizado a competitividade fica praticamente descartada, estima-se que os percentuais de lucros excessivos aplicados pelas empreiteiras cartelizadas possam ter variado entre o mínimo de 3%, correspondente aos valores repassados a partidos políticos e aos ex-funcionários da Petrobras, podendo chegar a até 20%”, diz texto do laudo. 

O laudo, informa o jornal, aponta que os 20% seria um porcentual “conservadoramente considerado como máximo para a majoração indevida dos lucros decorrentes dos preços excessivos, aplicados em ambiente desprovido de livre concorrência”.

Aprenda a investir na bolsa

O laudo traz uma tabela com a origem dos pagamentos feitos pela petroleira para as 27 empresas investigadas, somando R$ 215,67 bilhões. Sobre sse valor, aplicou-se o porcentual mínimo de desvios, chegando ao número de R$ 6,42 bilhões e que já foi lançado pela petroleira em seu balanço e o de 20%. 

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir:

 

Leia também:

Você investe pelo banco? Curso gratuito mostra como até dobrar o retorno de suas aplicações

PUBLICIDADE