AO VIVO Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Kirchner assina projeto de lei para nacionalizar fundos de pensão privada argentinos

Segundo a presidente do país, medida irá "proteger os aposentados e trabalhadores"; Merval despenca com a notícia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, assinou na noite desta terça-feira (21) o projeto de lei para nacionalizar todos os fundos de pensão privados do país em função das perdas decorrentes da crise internacional.

“Estamos adotando essa decisão em um contexto internacional em que os principais Estados estão adotando uma política de proteção para bancos e, no nosso caso, estamos protegendo os aposentados, os trabalhadores”, afirmou a presidente em seu discurso durante a solenidade de assinatura da medida.

Caso a estatização passe pela Câmara e pelo Senado serão transferidos quase US$ 30 bilhões aos cofres públicos, valor administrado e distribuído em diferentes investimentos pelos dez fundos de pensão privados em funcionamento no país, os quais arrecadam mais de US$ 300 milhões por mês.

Aprenda a investir na bolsa

Ainda se o projeto de lei vigorar, todos os trabalhadores argentinos passarão ao sistema público de previdência. Contudo, aqueles que desejarem poderão continuar contribuindo com as chamadas AFJP (Administradoras de Fundos de Aposentadoria e Pensões) para ter uma pensão complementar à do Estado, esquema semelhante ao utilizado no Brasil.

Merval despenca

Além dos impactos das perdas verificadas nos principais mercados internacionais, os investidores argentinos reagiram mal à possibilidade de nacionalização dos fundos e o índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, encerrou a terça-feira com forte queda de 10,99%