Kassab propõe a Lula uma parceria entre estado e União para obras de infra-estrutura

Questão da saúde e das mudanças na vizinhança do Aeroporto de Congonhas também foram discutidas na reunião

SÃO PAULO – Após derrotar a candidata petista nas eleições paulistanas, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) ignorou possíveis ressentimentos e foi ao gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pedir o apoio do governo federal em obras no estado.

Quando questionado sobre o constrangimento de conversar com Lula após a derrota de Marta Suplicy (PT), Kassab afirmou: “sou o prefeito de São Paulo e, nessa condição, tenho discutido rotineiramente todos os assuntos; não parei de discuti-los nem durante a campanha”.

O prefeito foi à Esplanada para pedir recursos do governo federal, de modo a assegurar os investimentos em infra-estrutura e saúde em São Paulo. Sobretudo para reforçar o caixa, e sustentar a obra de expansão do metrô paulista através de uma parceria entre o estado e a União.

Mudanças em Congonhas

PUBLICIDADE

Um outro assunto em pauta foi a possibilidade de mudanças nas áreas vizinhas ao Aeroporto de Congonhas, localizado em uma região residencial da capital paulista. Apesar das expectativas, a questão do endividamento do município não foi discutida durante a reunião.