José Sarney pede apuração de denúncia contra diretor-geral do Senado

Segundo acusação do jornal Folha de São Paulo, Agaciel Maia não teria declarado imóvel de R$ 5 milhões, de sua propriedade

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Na última segunda-feira (2), em virtude de uma denúncia feita pelo jornal Folha de São Paulo, o atual presidente do Senado José Sarney (PMDB) pediu ao TCU (Tribunal de Contas da União) que investigue o diretor-geral da Casa, Agaciel Maia.

De acordo com a matéria, o senador estaria utilizando o nome de seu irmão, o deputado João Maia, para registrar um imóvel de R$ 5 milhões que seria de sua propriedade, localizado em um bairro nobre de Brasília.

Sem afastamento

Essa casa, na qual Agaciel mora e conta com três andares, além de um campo de futebol e um píer para barcos, está no nome de seu irmão, que acabou não declarando o imóvel à Receita Federal.

Aprenda a investir na bolsa

No entanto, Sarney disse que não havia motivos para afastar o diretor-geral de seu cargo, mas enviou um ofício ao presidente do TCU para apurar a evolução patrimonial do ocupando do mais alto cargo administrativo do Senado.