Cadeia Velha

Jorge Picciani e Paulo Melo se entregam à PF após decretação de prisão

A manutenção da prisão dos deputados, contudo, ainda precisa ser ratificada ou retificada pelo plenário da Alerj

SÃO PAULO – O presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), Jorge Picciani, se entregou na sede da Polícia Federal na tarde desta quinta-feira (16). A decretação da prisão ocorreu após o Tribunal Regional Federal da 2ª Regional confirmar pedido feito pelo Ministério Público Federal, que acusa o peemedebista de envolvimento em esquema de pagamento de propinas a agentes públicos por empresários do setor de transportes.

Outro a se entregar à PF foi Paulo Melo, ex-ocupante do cargo mais alto do legislativo do Rio. Além da dupla, a Justiça expediu os mandados de prisão de Edson Albertassi, também do PMDB. A manutenção da prisão dos deputados, contudo, ainda precisa ser ratificada ou retificada pelo plenário da Alerj.

Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

PUBLICIDADE