Injúria e calúnica

Joesley vai processar Temer, diz colunista; possível indenização vai ser doada para caridade

Além do presidente, mais de 20 pessoas estariam na mira do empresário da JBS, afirma Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo

SÃO PAULO – De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o empresário Joesley Batista decidiu processar políticos, jornalistas e apresentadores de TV que o xingam publicamente. De acordo com ela, Joesley afirma que as indenizações que ganhar serão destinadas a uma instituição de caridade.

Temer estaria na lista dos que serão acionados, aponta a colunista. O presidente já chamou Joesley de “bandido confesso” e seus assessores de “capangas”. Por sinal, o presidente também processa Joesley por danos morais, calúnia e difamação.  Além do presidente, mais de 20 pessoas estão na mira do dono da JBS, em lista elaborada pelos advogados do empresário.  

Segundo o jornal, os defensores consideram que, depois de fazer delação, Joesley passou da condição de criminoso para a de testemunha protegida pelo Estado e um cidadão em dia com a Justiça. “Toda vez que alguém o chama de ‘bandido’, portanto, estaria cometendo crime de injúria, calúnia e difamação”, afirma. 

PUBLICIDADE