Fazenda

Joaquim Levy demite três auditores fiscais por improbidade administrativa

Os auditores são Braz Martial Josaphat, André José Pires e Joaquim Corrêa Guimarães

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, demitiu três auditores fiscais por improbidade administrativa, conforme publicado pela DOU (Diário Oficial da União) desta quarta-feira (29).

Os auditores são Braz Martial Josaphat, André José Pires e Joaquim Corrêa Guimarães. Guimarães foi um dos presos pela Operação Roterdam da Polícia Federal e, de acordo com a portaria na DOU, ele se valeu do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, e por receber propina, comissão, presente ou vantagem de qualquer espécie”.

Josaphat é acusado de formação de quadrilha, peculato e fraude de licitação e foi envolvido na operação Antídoto, enquanto Pires foi demitido por “valer-se de cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem”

PUBLICIDADE