Segundo colunista

João Santana deve confirmar recebimento por meio de caixa dois para campanha de Dilma

Marqueteiro resiste a fazer delação premiada, mas precisa responder a questionamentos nos processos que correm contra ele por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

SÃO PAULO – O marqueteiro João Santana deve admitir que recebeu dinheiro para a campanha da presidente afastada Dilma Rousseff por meio de caixa dois, segundo informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. 

De acordo com ela, Santana resiste a fazer delação premiada, mas precisa responder a questionamentos nos processos que correm contra ele por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Segundo amigos do publicitário, será difícil ele contestar os indícios colhidos pela Operação Lava Jato que mostram pagamentos feitos a ele para a campanha de 2014. 

Já a esposa de Santana, Mônica Moura, já disse a procuradores que as companhias contribuíram para a campanha da presidente afastada por meio de caixa dois. 

PUBLICIDADE