Japão vai banir exportações à Coréia do Norte se país fizer novos testes nucleares

Medida faz parte de uma séria de sanções impostas ao, e que ainda devem ser discutidas com os Estados Unidos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governo japonês está estudando banir a exportação de todos os produtos para Coréia do Norte. A decisão amplia as sanções impostas pelo Japão, que já definia como proibida a exportação de itens de luxo e artigos como armas de destruição em massa ao seu vizinho, após a realização do teste nuclear no ano passado.

O governo anunciou que poderá ampliar o auxílio estatal às empresas exportadoras japonesas de médio e pequeno porte, a fim de diminuir o impacto da medida.

Testes nucleares

Segndo o ministro de Negócios Estrangeiros, Taro Aso, a medida deve se intensificar, caso o país comunista continue a realizar testes nucleares. As restrições podem se estender a barcos e navios, que não devem aportar nos portos japoneses, caso tenham passado antes pela Coréia.

Aprenda a investir na bolsa

O Japão deve esperar por uma reação da Coréia do Norte e observar atentamente as ações do país, além de discutir as novas sanções com países estrangeiros, inclusive os Estados Unidos.