Japão usará mini-satélites para prevenir desastres naturais

Governo japonês pretende lançar 100 mini-satélites para monitorar a ocorrência de desastres naturais, além do trânsito

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governo do Japão planeja criar 100 mini-satélites e colocá-los em órbita para monitorar e prevenir desastres naturais como terremotos e tempestades, além de controlar o trânsito.

Segundo divulgou o jornal Yomiuri nesta quinta-feira (16), o projeto deverá ficar pronto em até dois anos. Os satélites deverão ficar em órbita a uma distância de 400 quilômetros da Terra.

Estrutura e configurações

Os mini-satélites deverão pesar 50 quilos ou menos, e não deverão ter mais que 50 centímetros. Cada um terá a mesma forma, porém, terão diferentes equipamentos, dependendo da função que desempenharão, como monitorar o trânsito ou o tempo.

Aprenda a investir na bolsa

O governo incorporou em um novo pacote de estímulo econômico, recursos para incentivar o desenvolvimento do mercado para esses equipamentos. Devido ao alto custo dos satélites, muitas empresas se afastaram desse mercado, mas o Japão espera que, com os mini-satélites, os custos diminuam e as indústrias se sintam encorajadas a entrar nesse mercado.