Japão prorroga por mais seis meses as sanções à Coréia do Norte

Essa é a 3ª vez que o governo decide prorrogar as sanções. A importação de produtos coreanos continua proibida

SÃO PAULO – O Japão decidiu, na última sexta-feira (11), prorrogar por mais seis meses as sanções à Coréia do Norte devido à falta de progressos da questão nuclear e com relação aos japoneses que foram seqüestrados nos anos 1970 e 1980.

O governo decidiu impor as sanções em outubro de 2006, após a realização de um teste nuclear pela Coréia do Norte. A medida deveria durar seis meses, mas foi prorrogada em abril e outubro do ano passado.

Produtos coreanos continuam proibidos

Com a terceira prorrogação, a importação de produtos coreanos continua proibida, assim como a entrada de navios com a bandeira do país comunista em águas japonesas.

PUBLICIDADE

Também está vetada a entrada de cidadãos da Coréia do Norte, com exceção de radicados, e a exportação de 24 produtos japoneses para o país.