Japão poderá reduzir prazo para que brasileiros retornem ao país

Japão poderá rever o prazo para que dekasseguis voltem, caso a economia apresente melhoras antes dos três anos

SÃO PAULO – O prazo de três anos para que brasileiros e outros estrangeiros retornem ao Japão poderá ser reduzido pelo governo do país asiático, segundo carta entregue na última terça-feira (19) pelo ministro da Embaixada do Japão, Tatsuo Arai, ao secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Emprego, André Figueiredo.

O prazo faz parte de uma medida adotada pelo Japão, de conceder ajuda aos imigrantes que tenham perdido o emprego devido a crise financeira, e queiram retornar aos seus países de origem.

Melhora na economia

Segundo o documento, destinado ao ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, o prazo poderá ser revisto, antes mesmo de completar os três anos, caso a situação econômica do Japão apresente melhoras.

PUBLICIDADE

Ao receber a carta, André Figueiredo disse que o governo brasileiro nunca duvidou do interesse do Japão em manter um bom relacionamento com o Brasil e destacou a importância em investir na área do trabalho e emprego para evitar que os trabalhadores sofram com a crise.

“Não é justo que eles paguem o preço de uma crise que não foi criada por eles. Com certeza, faremos o possível para que os japoneses também tenham os mesmos mecanismos de proteção social aqui no Brasil”, afirmou.