Japão planeja voltar a adotar subsídios para energia solar

Com isso, o governo japonês quer incentivar o uso dessa energia alternativa, e diminuir as emissões de gases causadores do efeito estufa

SÃO PAULO – O governo japonês planeja voltar a adotar subsídios a equipamentos de energia solar para incentivar o uso dessa energia. Nesta terça-feira (24), o ministério da Economia, Comércio e Indústria afirmou que pretende fazer um projeto de novos subsídios até agosto deste ano, para incluí-lo no orçamento de 2009.

Em 2006, o governo do país asiático retirou os subsídios do setor, o que fez com que muitas empresas perdessem mercado e prejudicasse o uso doméstico de energia solar.

Uso residencial

Atualmente, os custos para utilizar esse tipo de energia na residência é de ¥ 2,3 milhões para os japoneses. O governo espera que, com a medida, esse preço caia para ¥ 1,1 milhão daqui três a cinco anos.

PUBLICIDADE

Essa ação também tem como objetivo diminuir as emissões de gases causadores do efeito estufa. A meta do Japão é diminuir essas emissões em 60% a 80% até 2050, e pretende instalar painéis solares em 70% das casas.