Japão: pessoas que falam japonês terão prioridade na concessão de vistos

O governo do país anunciou que o período de permanência dessas pessoas aumentará de três para cinco anos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governo japonês irá favorecer a entrada de estrangeiros que falem a língua japonesa. Na última quinta-feira (1), o Ministério das Relações Exteriores do Japão afirmou que essas pessoas terão preferência na concessão de vistos de entrada e permanência.

Entre as propostas anunciadas pelo governo, está o aumento do período de permanência de três para cinco anos, para os estrangeiros que saibam falar japonês.

Avaliação

Ainda não se sabe ao certo como serão realizados os exames de avaliação de conhecimento em japonês, mas o governo planeja utilizar os resultados de testes de proficiência na língua, que já são aplicados por entidades do Japão.

Aprenda a investir na bolsa

Inicialmente, o Japão pretende atingir com a medida estrangeiros com profissões específicas, como intérpretes e comissários de bordo, que utilizam a língua japonesa no trabalho.

Segundo o governo, a ação não significa que os estrangeiros sem conhecimentos do japonês serão tratados de forma desfavorável, e o visto para essas pessoas continuará sendo emitido.