Japão pede que China libere o acesso da imprensa no Tibete

Para o chefe de Gabinete do país, a atitude é essencial para a China, já que é um passo em direção a democracia

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Chefe de Gabinete do Japão, Nobutaka Machimura, pediu a China que permita o acesso de jornalistas estrangeiros no Tibete. Para o político, isso é essencial para aumentar a transparência sobre os protestos que ocorrem no local.

Além de facilitar o acesso da imprensa, Machimura também pediu que diplomatas também pudessem entrar na região sem grandes complicações.

Democracia

Segundo a agência de notícias Kyodo, o chefe de gabinete considerou que é essa atitude que se espera da China, porque isso é uma das bases da democracia.

Aprenda a investir na bolsa

Para Machimura também seria essencial que, tanto a China, quanto o Tibete, dessem início a um diálogo para tentar resolver o conflito.