Japão: orçamento deve ser aprovado rapidamente, diz ministro das Finanças

Naoto Kan pede agilidade ao parlamento, a fim de assegurar recuperação; contudo, resistência da oposiação deve surgir

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Sob o pretexto de sustentar uma recuperação ameaçada por desemprego e pela deflação, o ministro das Finanças do Japão, Naoto Kan, clamou para que o parlamento aprove o orçamento sem atrasos.  

“O orçamento e as regras relacionadas devem ser aprovadas o mais rápido possível, para assegurar a recuperação e conter as condições severas que enfrentamos”, disse Kan, em discurso inaugural no parlamento.

Para o ministro, “ainda há riscos no horizonte econômico, incluindo mais deterioração no mercado de trabalho e nos preços”. Nesse sentido, “o chão para retornar a uma retomada auto-sustentável ainda permanece frágil”.

Aprenda a investir na bolsa

Política sobre economia
A despeito das necessidades levantadas, o orçamento deverá enfrentar resistências nas duas câmaras do parlamento, dado que o partido oposicionista PLD (Partido Liberal Democrata) quer discutir primeiro algumas acusações de irregularidades supostamente feitas por Ichiro Ozawa, secretário-geral do PDJ (Partido Democrata do Japão).

“Quero ter certeza de que haverá tempo para discutirmos esse assunto em uma sessão”, disse Sadakazu Tanigaki, líder do PLD, durante programa da rede televisiva NHK. Em resposta, Kan afirmou que a maior preocupação é com “a economia, lugar no qual o governo possui as maiores responsabilidades”.