Japão: novo governo não vai mudar política do BoJ e quer expansão focada para dentro

Kohei Otsuka, um dos líderes do PDJ, defende menor dependência face ao dólar e almeja iene mais forte para propiciar crescimento

SÃO PAULO – Após a vitória histórica do PDJ (Partido Democrático do Japão) nas eleições, Kohei Otsuka, um dos líderes legislativos do partido governista, afirmou à agência Reuters que não mudará a política do BoJ (Bank of Japan).

“Não mexeremos com a política do BoJ e com as operações de mercado, incluindo as compras de títulos pelo governo”, disse Otsuka, um dia após encontro de Masaaki Shirakawa, chairman do BoJ, com lideres do PDJ.

De olho na demanda doméstica

À luz do olhar de Yukio Hatoyama, primeiro-ministro do Japão, o legislador afirmou que o país necessita ser menos dependente do dólar. Contudo, segundo ressaltado por Otsuka, tal distância não é uma falta de consideração com os EUA.

PUBLICIDADE

“Os democratas (antigo partido da situação) por muitos anos fizeram uma economia com crescimento focado na demanda doméstica. Em outras palavras, um iene mais forte traz mais méritos, pois eleva o poder de compra pelas pessoas”, conclui Otsuka.