Japão irá suspender parcialmente as sanções à Coréia do Norte

Decisão foi feita após o comprometimento do governo comunista em investigar o seqüestro de japoneses

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Japão decidiu suspender parcialmente as sanções comerciais contra a Coréia do Norte, após a promessa do governo comunista de investigar o seqüestro de japoneses entre 1970 e 1980 no país.

Além disso, a Coréia do Norte também teria se comprometido a investigar o seqüestro de um avião japonês, também na década de 1970, que tinha como destino o país comunista.

O que está liberado

Com a medida, o Japão suspende a proibição de vôos entre os dois países, além das transações comerciais. O embargo foi adotado em 2006 e também proíbe a entrada de norte-coreanos no país.

Aprenda a investir na bolsa

A decisão foi tomada após dois dias de reunião entre representantes de ambos os países, em Pequim, capital da China.

Acontecimentos

Em 1970, nove radicais japoneses seqüestraram um avião e o levaram até a Coréia do Norte. Quatro deles ainda permanecem no país, e o Japão exige a extradição, para que possam ser processados na justiça japonesa.

Além disso, em 2002, o governo do país comunista assumiu que havia seqüestrado 13 japoneses, e permitiu que cinco voltassem para o país, mas afirmou que os outros oito haviam morrido. O Japão quer provas concretas de que essas pessoas não estão mais vivas.