Japão irá fornecer US$ 50 milhões para conter a crise dos alimentos

O dinheiro será doado até outubro. O país já promoteu US$ 200 milhões para ajudar países em desenvolvimento

SÃO PAULO – O Japão anunciou nesta sexta-feira (04) que irá contribuir com US$ 50 milhões para que países em desenvolvimento possam diminuir os efeitos da crise dos alimentos.

O anúncio, pelo ministro de Relações Exteriores, Masahiko Komura, foi feito poucos dias antes da Cúpula do G-8, que acontece na próxima semana, na ilha de Hokkaido.

Ajuda anterior

O governo japonês já havia prometido uma ajuda de US$ 200 milhões desde o início da crise, e deverá fornecer mais US$ 50 milhões até outubro deste ano.

PUBLICIDADE

Em abril, o país já havia anunciado a doação de US$ 100 milhões, sendo que metade dessa quantia seria destinada para países africanos. Em 2007, o Japão contribuiu com o PMA (Programa Mundial de Aliemntos) em US$ 119 milhões, sendo o quinto país a mais doar dinheiro.