Japão e Estados Unidos podem se reunir para tratar sobre segurança nuclear

Primeiro-ministro japonês e Obama podem fazer reunião paralela ao congresso sobre o assunto, que acontece em abril, em Washington

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Japão e os Estados Unidos começaram a organizar uma possível reunião entre o primeiro-ministro Yukio Hatoyama e o presidente Barack Obama nas proximidades do Nuclear Security Summit, uma conferência sobre segurança nuclear marcada para o próximo mês, em Washington. As declarações foram feitas por oficiais do governo japonês, segundo o jornal Kyodo News.

Se acontecer tal reunião, os dois líderes inevitavelmente decidirão sobre onde realocar a base aérea da marinha norte-americana, localizada em Okinawa, a questão mais urgente entre os dois aliados atualmente.

Hatoyama declarou nesta sexta-feira (12) que nenhuma reunião bilateral ocorrerá durante o congresso, uma vez que Obama estará muito ocupado com todos os líderes de estado presentes.

PUBLICIDADE

50 anos de aliança
Durante uma visita à secretária de segurança nacional norte-americana, Janet Napolitano, nesta sexta-feira, em Tóquio, Hatoyama destacou a importância da aliança de segurança entre Japão e EUA. “Precisamos aprofundar o acordo”, disse ele neste ano que marca do 50º aniversário do acordo bilateral de segurança.