Japão e China terão linha telefônica direta para reforçar relações bilaterais

Telefone será usado para conversa e troca de informações entre os dois países em situações de emergência

SÃO PAULO – O Japão e a China terão uma linha telefônica direta de emergência. O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, propôs a criação dessa linha às autoridades chinesas para reforçar as relações bilaterais entre os dois países.

A sugestão foi feita durante encontros de Aso com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, e com o presidente Hu Jintao. O líder político japonês está no país para uma reunião com líderes da Europa e da Ásia.

Relações

As relações entre os dois países enfrenta altos e baixos desde o fim da Segunda Guerra Mundial, devido principalmente à ocupação militar japonesa nesse período.

PUBLICIDADE

Entre 2001 e 2006, quando Junichiru Koizumi era o primeiro-ministro do Japão, os dois países viram suas relações estremecerem, devido ao fato do líder japonês ter visitado o templo Yasukuni Shrine, que é visto pela China como um símbolo do passado militar de seu vizinho.