Japão e China querem acabar com diferenças de interpretação na história

Durante dois dias, em Tóquio, acadêmicos dos dois países discutem o assunto que abalou as relações bilaterais

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Acadêmicos do Japão e da China começaram nesta segunda-feira (19) uma reunião de dois dias em Tóquio, para tentar acabar com as diferenças na interpretação da história comum entre os dois países.

O assunto discutido é um dos maiores problemas nas relações bilaterais entre japoneses e chineses. Além disso, devem ser debatidos temas como os abusos cometidos pelo Japão na Segunda Guerra Mundial e o Massacre de Nanquim.

O grupo formado por 10 acadêmicos de cada país planeja anunciar as conclusões da reunião no final de 2008.

Acordo entre os países

Aprenda a investir na bolsa

Segundo as agências internacionais, em dezembro, os países concordaram tentar acabar com as diferenças de interpretação sobre sua história em uma primeira reunião, na cidade de Pequim.

As relações bilaterais entre Japão e China foram abaladas recentemente, por conta do conflito sobre a história do século XX.