Japão e Austrália irão liderar grupo para desarmamento nuclear

Grupo discutirá situação de países que estão fabricando armas e criar um relatório para a revisão do acordo de não proliferação

SÃO PAULO – Os governos de Japão e Austrália, que irão liderar um novo grupo internacional para o desarmamento nuclear, afirmaram que pretendem indicar os membros em breve e realizar a primeira reunião em outubro deste ano.

O encontro será comandado pelos ministros de Relações Exteriores do Japão, Yoriko Kawaguchi, e da Austrália, Gareth Evans, que se encontraram com o primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda, nesta segunda-feira (25).

Revisão de acordo

O grupo deverá ter 15 ou 16 membros de diferentes países, que irão discutir e elaborar um relatório para ser utilizado na revisão do acordo de não proliferação nuclear, que deverá ocorrer em 2010.

Entre os membros, estarão representantes de países com ou sem armas nucleares, e de diferentes desenvolvimentos econômicos. No encontro, deverá ser discutido o que fazer com os países que não assinaram o acordo ou que estão desenvolvendo esse tipo de armamento.

Também será discutido um recente acordo entre Estados Unidos e Índia, no qual o país norte-americano interrompe três décadas de proibição da venda de tecnologia e energia nuclear para países que não assinaram o acordo.