Japão dá início a retirada de força aérea do Iraque, após cinco anos no país

Com isso, o Japão encerra por completo a sua participação no conflito no Iraque, após retirar as tropas terrestres em 2006

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Japão iniciou, na última segunda-feira (15), a retirada da Força de Defesa Aérea do Iraque, após ficar cinco anos prestando serviços no país do Oriente Médio.

A unidade era responsável pelo transporte de suprimentos até as forças dos Estados Unidos e de outros países que também enviaram tropas para o local de conflito.

Vôo de volta

Cerca de 200 pessoas da força aérea japonesa trabalhavam no Iraque, além disso, o país havia enviado três aviões de transporte C-130, sendo que um deles já partiu de volta, e deve chegar ao país asiático até sexta-feira (19).

PUBLICIDADE

O envolvimento do Japão no conflito despertou polêmica no país e acusações de violação à constituição local, que é pacifista. Em 2006, as tropas terrestres, que tinham a função de desenvolver trabalhos humanitários, foram retiradas do Iraque.