Japão aprova continuação das ações de abastecimento no Oceano Índico

Gabinete aprovou a extensão das ações por mais um ano. Antes, operações deveriam ser encerradas em janeiro de 2009

SÃO PAULO – O governo japonês aprovou a continuação das operações de reabastecimento no Oceano Índico, como parte das ações de combate ao terrorismo no Afeganistão, feitas pelos Estados Unidos.

A proposta que foi aprovada aumenta o período das operações por mais um ano. Anteriormente, as ações no Oceano Índico teriam término no dia 15 de janeiro de 2009.

Votação sem validade

A proposta foi aprovada na última sexta-feira (19), quando Yasuo Fukuda ainda era o primeiro-ministro do país. Como o Gabinete que realizou a votação será dissolvido, a proposta deverá ser votada mais uma vez, pelo novo Gabinete que será formado por Taro Aso, o novo primeiro-ministro do Japão.

PUBLICIDADE

Aso foi eleito o novo líder político do país asiático na última segunda-feira (22), por 351 dos 527 dirigentes do partido que foram convocados a votar nessa eleição, e deve assumir o cargo após aprovação de seu nome na Câmara Baixa, o que deve ocorrer nesta quarta-feira (24).