Segundo portal

Janot recebe aluguel pago com auxílio-moradia que ele mesmo criou

Segundo reportagem do site Poder360, os valores destoam da média cobrada por imóveis no mesmo edifício -- cerca de R$ 2.500

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recebe R$ 4 mil mensais de aluguel por um apartamento que possui em Brasília, via recursos pagos na forma de auxílio-moradia ao inquilino Blal Dalloul, secretário-geral do Ministério Público. Conforme conta reportagem investigativa do site Poder360, essa situação ocorre graças a um despacho de Janot, que com dois dias no cargo, mandou publicar no Diário Oficial portaria regulamentando o auxílio-moradia.

A reportagem teve acesso ao contrato de locação, assinado em dezembro de 2011, e que vem sendo renovado até hoje. Segundo a matéria, o procurador inquilino do apartamento do PGR pediu e teve a vantagem concedida. Desde então, paga o aluguel ao colega com dinheiro recebido do Ministério Público na forma de auxílio-moradia.

Os valores podem ter sofrido correção em relação aos R$ 4 mil que constam do contrato obtido pela reportagem. Segundo a matéria do site Poder360, os valores destoam da média cobrada por imóveis no mesmo edifício — cerca de R$ 2.500.

Aprenda a investir na bolsa

Em resposta à reportagem, a PGR declarou em nota que “não existe impedimento legal” para tal situação e que “o auxílio-moradia não tem relação com o contrato de aluguel do imóvel”.