Corrupção

Janot denuncia políticos do PP por organização criminosa na Petrobras

Como a denúncia está sob sigilo de Justiça, os nomes ainda não são públicos

arrow_forwardMais sobre
Ex-procurador-Geral da República, Rodrigo Janot (Crédito: Agência Brasil)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao STF (Supremo Tribunal Federal) uma denúncia contra integrantes do PP por organização criminosa em esquema para desviar dinheiro da Petrobras. Como a denúncia está sob sigilo de Justiça, os nomes ainda não são públicos.

O processo foi aberto em março de 2015 para investigar a participação de 39 políticos do PP, PT e PMDB na suposta organização criminosa que atuava na estatal. Janot, porém, pediu em outubro do ano passado que o inquérito fosse fatiado em quatro: sobre o PP, PT, PMDB no Senado e o PMDB na Câmara.

O inquérito relativo ao PP tem 30 alvos – entre eles o ex-ministro Aguinaldo Ribeiro e o presidente da legenda, senador Ciro Nogueira (PI). Informações prestadas por Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa deram origem à investigação, que foi ampliada com as delações premiadas fechadas desde então.

Aprenda a investir na bolsa