Investment grade: Mantega mostra otimismo com resultados de ida aos EUA

Ministro da Fazenda acredita que o mercado reconhece que o Brasil se encontra em "um de seus melhores momentos"

SÃO PAULO – Otimista com a repercussão e os resultados de seu encontro com agências de classificação de risco, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, acredita que o mercado reconhece que o país se encontra em “um de seus melhores momentos”, e que, de todas as suas visitas aos EUA, tanto como ministro do Planejamento (no primeiro mandato de Lula) com em seu atual cargo no governo, esta é a que teve melhor repercussão.

Em sua reunião com as agências Moody´s e Standard & Poor´s, Mantega procurou mostrar que o atual governo construiu bases de apoio no Congresso que viabilizarão a aprovação das medidas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Para o ministro, as agências de classificação de risco desconhecem o real esforço governista na aprovação de reformas.

Para ministro, Brasil merece invetment grade

A viagem de Mantega teve por objetivo convencer as agências classificadoras de risco que os fundamentos econômicos do Brasil sustentam uma melhor classificação aos títulos da dívida pública do país.

Em sua volta antecipada ao Brasil, Mantega declarou que se reunirá com ministros e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para discutir projetos de infra-estrutura.