Instalação da CPI da Petrobras é novamente suspensa por falta de quórum

Apenas três senadores da oposição apareceram na sessão; é preciso no mínimo seis para o início dos trabalhos

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras foi novamente adiada nesta quarta-feira (10). O motivo pelo segundo fracasso teria sido mais uma vez o impasse entre oposição e governo.

Estiveram presentes no encontro apenas três senadores da oposição, o que caracteriza falta de quórum, impedindo a instauração da comissão. Para que seja possível instalar uma CPI, é necessária a presença de pelo menos seis parlamentares.

Sobre o episódio, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do requerimento de criação da CPI, disse que o adiamento pode ser uma forma de esconder outros possíveis atos irregulares. “Essa protelação demonstra que deve haver fatos mais graves, escândalo maior do que os colocados no requerimento”, afirmou.

Ocupação política

Aprenda a investir na bolsa

Por sua vez, o senador Sérgio Guerra (PSDB-PE) fez críticas à ausência dos parlamentares à sessão e afirmou que o “excesso de indicações políticas” dentro da petrolífera também deve ser investigado.