Impacto do dossiê perde força e vantagem de Lula cresce para 14 pontos

Segundo a pesquisa do Ibope/ TV Globo, se as eleições fossem hoje, Lula receberia 57% dos votos válidos e Alckmin 43%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Confirmando a tendência revelada pela última pesquisa realizada pelo Datafolha, em que mostrava Lula 11 pontos à frente de Alckmin, a primeira pesquisa Ibope/TV Globo após o debate da TV Bandeirantes, no último domingo (8), revelou ampliação da vantagem do candidato petista para 14 pontos.

De acordo com a sondagem, Lula teria, se eleição fosse hoje, 57% dos votos válidos, enquanto Alckmin, 43%. Na sondagem realizada pelo Ibope um dia antes das eleições, a vantagem de Lula era mais tímida, de apenas 5 pontos. Considerando as intenções de voto, Lula obteve 52% e o candidato tucano, 40%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 199 municípios desde a última terça-feira (10). A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Aprovação do governo

Aprenda a investir na bolsa

A pesquisa também revelou que 45% (44% na última sondagem) dos entrevistados avaliam o governo como bom ou ótimo, 33% (35% antes) consideram o governo regular e 20% (21% na anterior) acham que o governo foi péssimo.

A recuperação de Lula após as reeleições demonstra que o impacto causado pelo escândalo do dossiê Vedoin pode estar enfraquecendo.