Eleições

Ibope: Marina venceria Dilma por 45% a 36% em segundo turno

Com a entrada de Marina, números de Dilma, Aécio e de eleitores indecisos caiu fortemente; avaliação de Dilma melhora, enquanto Marina tem a menor rejeição entre os candidatos

SÃO PAULO – Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26), Marina Silva (PSB) confirmou a tendência mostrada no último Datafolha e ganhou força. No primeiro turno, a candidata do PSB abriu 10 pontos de vantagem sobre Aécio Neves, ficando no segundo lugar com 29% das intenções de voto, contra 19% do tucano. Enquanto isso, Dilma Rousseff (PT) se manteve no primeiro lugar com 34% das intenções.

Entre os candidatos de menor expressão, o Pastor Everaldo (PSC) ficou com 1% das intenções, mesmo percentual de Luciana Genro (PSOL). Outros candidatos não atingiram 1% dos votos individualmente, mas conseguiram atingir este patamar se somados. 7% dos eleitores disseram que pretendem votar em branco ou anular o voto, enquanto outros 8% se mostraram indecisos. 

Em uma simulação de segundo turno, Marina seria eleita com 45% dos votos, enquanto Dilma ficaria com 36%. Neste cenário ainda há 11% de indecisos e 9% de eleitores que anulariam o voto. Contra Aécio, Dilma venceria por 41% contra 35%, enquanto 12% se mostraram indecisos e outros 12% anulariam o voto.

PUBLICIDADE

Apesar das mudanças do cenário eleitoral com a morte de Eduardo Campos, esta pesquisa confirmou a força de Marina Silva em “roubar” os votos de outros candidatos e da parcela que se mostrava indecisa. Com a entrada de Marina, Dilma e Aécio perderam 4 pontos cada um, enquanto os “nanicos” caíram 3 pontos. Já os que anulariam ou votariam em branco recuou 6 pontos.

Na pesquisa espontânea, onde não se cita o nome de nenhum candidato, Dilma se mantém na liderança com 27% das intenções, seguida de Marina, com 18% dos votos, e Aécio, com 12%. O número de eleitores indecisos caiu de 43% para 28% em relação à pesquisa anterior do Ibope, divulgada em 6 de agosto. 

Avaliação de Dilma melhora
A avaliação do governo de Dilma melhorou entre os eleitores no mais recente levantamento do Ibope. Cerca de 34% dos eleitores consideram a gestão ótima ou boa, frente a 32% na leitura anterior. No mesmo sentido, a avaliação regular subiu de 35% para 36%. Por outro lado, o porcentual de eleitores que avaliam o governo petista como ruim caiu de 31% para 27%.

A aprovação do governo também aumentou. No total, 48% aprovam a atual gestão, ante 47% na leitura anterior. A reprovação caiu de 49% para 46%. Ainda assim, 48% do eleitorado acredita que Brasil está no rumo errado, enquanto 43% pensa que o país está no caminho certo. No total, 10% não sabem ou não responderam à questão.

Marina: A menos rejeitada
A candidata à presidência pelo PSB é a menos rejeitada entre os principais presidenciáveis. Apenas 10% dos eleitores disseram que não votariam em marina de jeito nenhum. No levantamento anterior, a rejeição de Campos somava apenas 9%. A taxa de rejeição de Dilma permaneceu em 36% , enquanto o porcentual de eleitores que rejeitam Aécio passou de 15% para 18%.

Dilma: os eleitores mais fiéis
Entre todos os candidatos, o eleitorado de Dilma é o mais fiel. No total, 59% dos eleitores da petista afirmam que não mudarão o voto no decorrer da campanha. Em seguida, Marina é a escolha definitiva de pelo menos 50% de seus eleitores. Na sequência, 49% dos eleitores do tucano afirmaram que não mudarão sua escolha.