Eleições

Ibope mantém cenário e Aécio segue numericamente à frente de Dilma

Pesquisa repete os números do Datafolha, que mais cedo mostrou o tucano com 51% dos votos válidos, contra 49% da petista

SÃO PAULO – Assim como ocorreu na semana passada, Datafolha e Ibope mostraram o mesmo resultado na corrida eleitoral do segundo turno. Após o levantamento da Folha de S. Paulo, apresentada no início da noite, agora foi a vez do Ibope colocar Aécio Neves (PSDB) com 51% dos votos válidos, ante 49% de Dilma Rousseff (PT), ou seja, os dois estão empatados tecnicamente.

Considerando os votos totais, o tucano agora tem 45%, contra 43% da petista, mesmo resultado apresentado pelo Datafolha mais cedo. A diferença entre os dois levantamentos está nos eleitores indecisos e votos nulos. Pelo Ibope, 7% dos entrevistados pretendem votar em branco ou anular o voto, enquanto 5% não sabe ou não respondeu. No Datafolha os dois setores apresentam 6% dos votos.

De acordo com o instituto, os resultados não indicam nenhuma tendência de alta ou de baixa para os dois candidatos, o que mostra que o resultado ainda está bastante aberto. É importante destacar, porém, que a disputa continuou praticamente igual mesmo após Aécio conseguir o apoio da viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, do PSB e também de Marina Silva, ex-candidata presidencial do partido, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno.

PUBLICIDADE

Aprovação do governo sobe

Já em relação ao atual governo, 54% dos eleitores disseram que aprovam a gestão de Dilma Rousseff, enquanto 40% afirmaram desaprovar o governo. Na leitura anterior, 49% aprovavam a gestão, enquanto 44% desaprovavam.

Na avaliação da atual presidente, 43% dos entrevistados avaliaram Dilma como bom ou ótimo, enquanto 31% colocam a candidata como “regular”. Já para 25% dos entrevistado, a avaliação da petista é ruim ou péssima. Na pesquisa anterior, 39% avaliavam o governo como bom ou ótimo, 33% como regular e 27% como ruim ou péssimo. 

Rejeição da presidente recua

A pesqusia também mostrou que a rejeicão a Dilma Rousseff diminuiu substanciancialmente, passando de 41% para 36%, enquanto 35% do eleitorado disse que não votaria em Aécio de forma alguma, contra 33% do levantamento anterior.  

O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 12 e 14 de outubro, ou seja, foi encerrado antes do debate realizado pela Bandeirantes na noite de ontem. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01097/2014.