Eleições 2014

Ibope: Dilma cai para 38% das intenções de voto, Aécio tem 22% e Campos 8%

Diferentemente do mostrado por Datafolha e pelo CNT/Sensus na semana passada, a candidata petista venceria em um ocasional segundo turno

Aprenda a investir na bolsa

São Paulo – As intenções de voto na presidente Dilma Rousseff (PT) caíram para 38%, de acordo com pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira. Mesmo tendo caído 1 ponto porcentual em relação à leitura anterior, ainda não é possível determinar se haverá um segundo turno. Diferentemente do mostrado pelos levantamentos do instituto Datafolha e do Istoé/Sensus divulgados na semana passada e que apontaram empate técnico entre os presidenciáveis do PT e do PSDB, a pesquisa sinaliza que em um eventual segundo turno, a candidata petista venceria nas urnas. 

O desempenho de Aécio Neves, do PSDB, no levantamento melhorou novamente. O presidenciável tucano detém 22% do apoio popular, de 21% na pesquisa divulgada em 15 de junho. Por outro lado, Eduardo Campos, do PSB, caiu de 10% das intenções de voto para 8%. As oscilações estão todas dentro da margem de erro. 

Na sequência, Pastor Everaldo, do PSC, manteve o registro da pesquisa anterior e detém 3% de apoio, seguido por Luciana Genro (PSOL), José Maria (PSTU) e Eduardo Jorge (PV), com 1% cada. O número de votos brancos e nulos subiu para 16%, de 13%, enquanto o porcentual de indecisos também avançou, de % para 9%.

Aprenda a investir na bolsa

Dilma: vitória no segundo turno

Ainda que o levantamento tenha mostrado uma ligeira queda de Dilma no primeiro turno, numa simulação de segundo turno, a presidente venceria tanto Aécio quanto Campos com vantagem de 8 e 12 pontos porcentuais, respectivamente.

Em um eventual segundo turno, Dilma aparece com 41% das intenções de voto, enquanto Aécio aparece com 33%. Brancos e nulos somam 18% e indecisos totalizam 8%. Na pesquisa anterior, a presidente aparecia com 43%, frente aos 30% do candidato tucano. 

Contra Campos, a petista também soma 41%, ante 29% do presidenciável do PSB. Enquanto brancos e nulos totalizam 20%, indecisos somam 10%. No levantamento mais recente, a presidente aparecia com 43%, contra 27% do pessebista. 

Rejeição menor a Dilma, Aécio e Campos

As taxas de rejeição dos três principais presidenciáveis caiu na mais recente pesquisa do Ibope. Enquanto 36% dos eleitores disseram que não votariam na petista de jeito nenhum, a rejeição a Aécio e a Campos caiu para 16% e a 8%, nesta ordem. No total, 13 % eleitores disseram que poderiam votar em qualquer um dos candidatos.

PUBLICIDADE

Avaliação do governo permanece estável

No primeiro levantamento após a Copa do Mundo e depois de os presidenciáveis oficializarem suas candidaturas, a avaliação do governo de Dilma permaneceu rigorosamente estável. A pesquisa indicou que 31% dos eleitores consideram a gestão da petista ótima ou bom, enquanto 33% classificam o governo da presidente como ruim ou péssimo. Já entre os que consideram que o desempenho de Dilma é regular, o índice aumentou, de 34% para 36%. No geral, 44% dos eleitores aprovam a gestão da petista e 50% desaprovam.