Reeleição à vista

Ibope: Alckmin sobe a 50% em SP, Skaf tem 11% e Padilha detém 5% dos votos

Segundo nova leitura, o governador de São Paulo seria reeleito no primeiro turno; soma dos porcentuais dos adversários do tucano atinge 21%.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governador Geraldo Alckmin, do PSDB, seria reeleito no primeiro turno se as eleições fossem hoje, revelou a pesquisa mais recente do Ibope divulgada durante a exibição do SP TV 2ª edição, da Rede Globo. Vale destacar que essa é o primeiro levantamento do instituto desde que o registro das candidaturas foi oficializado. 

O candidato tucano aparece com 50% da intenções de voto na corrida eleitoral ao governo de São Paulo, seguido por Paulo Skaf (PMDB), presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), com 11%, e pelo ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), com 5% de apoio popular.

Na sequência, Gilberto Natalini, do PV, Laércio Benko (PHS), Raimundo Sena, do PCO, Wagner Farias (PCB) e Gilberto Maringoni, do PSOL, somam 1% cada um. O “lanterninha” Walter Ciglioni, candidato ao governo paulista pelo PRTB, não pontuou.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo nova leitura do Ibope, a soma dos adversários do tucano atinge 21%. Este porcentual é insuficiente para levar o pleito eleitoral para o segundo turno. Neste contexto, Alckmin deve garantir a vitória nas urnas já no primeiro turno. Mais informações em breve.

No total, 1.512 pessoas foram entrevistadas em 78 municípios entre 26 e 28 de julho. A margem de erro é de 3 pontos porcentuais para mais ou para menos. Brancos e nulos somam 15%, enquanto 14% dos eleitores não sabem em quem votar. 

Avaliação de Alckmin continua favorável 

Questionados sobre como avaliavam a gestão de Alckmin como governador, 40% dos eleitores classificaram o governo como “ótimo ou bom”, enquanto 38% afirmaram que ele é “irregular”. Para 19% do eleitorado, a gestão do tucano é “ruim ou péssima”.

Senado: Serra lidera, seguido de perto por Suplicy

O último levantamento do Ibope mostra que na disputa para o Senado, José Serra, do PSDB, detém 30% das intenções de voto, seguido por Eduardo Suplicy (PT) com 23%. Na sequência, Gilberto Kassab, do PSD, tem 5% de apoio popular, e Ana Luiza (PSTU), aparece com 3%. Os indecisos totalizam 20%, enquanto os que declaram que vão votar branco ou nulo são 14%.

PUBLICIDADE