Humanidade terá de dizer em algum momento que é petróleo zero, diz Marina Silva

Ministra disse que Ibama negou licenças de exploração de petróleo na foz do rio Amazonas por razões ambientais

Reuters

Publicidade

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, disse nesta terça-feira (16), durante painel no Fórum Econômico Mundial, que a humanidade terá de decidir em algum momento pelo fim dos combustíveis fósseis.

A ministra defendeu no fórum em Davos, na Suíça, que o processo de transição para o fim do uso dos combustíveis deverá envolver os produtores e consumidores de petróleo e apontou que o mundo vive uma “contradição”, na qual países ainda gastam bilhões de dólares em subsídios para combustíveis fósseis, ao mesmo tempo em que hesitam em colocar recursos em investimentos para a transição energética.

Marina defendeu ainda que as empresas produtoras de petróleo devem se transformar em companhias produtoras de energia. Indagada sobre a possibilidade de exploração de petróleo na foz do rio Amazonas, disse que as licenças para isso foram rejeitadas pelo Ibama por razões ambientais.

Continua depois da publicidade

A ministra afirmou ainda que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deu os parâmetros de atuação do governo ao defender na conferência climática COP28, realizada de 2023 nos Emirados Árabes Unidos, a necessidade de acabar com a dependência dos combustíveis fósseis.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.