Lista global

“Herói da Lava Jato”, Janot aparece em lista de 100 pensadores globais de revista

A publicação afirma que Janot "tirou os esqueletos no armário do Brasil" e destaca que ele "tem ido sem medo atrás de pessoas que estão no círculo interno da presidente da República"

arrow_forwardMais sobre
Ex-procurador-Geral da República, Rodrigo Janot (Crédito: Agência Brasil)

SÃO PAULO – A revista americana Foreign Policy, publicação bimestral especialista em política, finanças e economia internacional, divulgou sua lista anual de “cem pensadores globais” e em 2015 dois brasileiros aparecem entre os selecionados. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi incluído na categoria “desafiadores”, com destaque para sua atuação na Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras.

A publicação afirma que Janot “tirou os esqueletos no armário do Brasil” e destaca que ele “tem ido sem medo atrás de pessoas que estão no círculo interno da presidente da República”. “No total, o gabinete de Janot indiciou 117 pessoas e fez a Petrobras perder sua presidente e outros cinco altos executivos. Esse é possivelmente só o começo. Em março o Supremo Tribunal aprovou o pedido de Janot para investigar 12 senadores, 22 deputados e um punhado de ex-políticos”, diz a revista.

Nesta mesma categoria aparece ainda a procuradora-geral dos EUA Loretta Lynch, que é responsável pelas investigações do escândalo de corrupção envolvendo cartolas da FIFA.

PUBLICIDADE

O outro brasileiro escolhido pela publicação é o neurocientista Miguel Nicolelis, que desenvolve pesquisas na área de próteses neurais na universidade americana de Duke. Ele está na categoria “inovadores”. As outras categorias são “Tomadores de decisão”, “Militantes”, “Artistas”, “Terapeutas”, “Zeladores [do ambiente]” e “Cronistas”.