Eleições 2018

Haddad sobre Bolsonaro: “só por desinformação alguém pode votar nessa figura que fala coisas tão grotescas”

"Não serve nem para vereador", completou o candidato do PT

SÃO PAULO – Durante campanha neste sábado (13) na capital de São Paulo, o candidato do PT, Fernando Haddad, afirmou que uma pessoa consciente não votaria em uma figura que fala coisas tão grotescas como seu adversário à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), assim como criticou sua postura por não participar dos debates.

A hora de investir na Bolsa é agora: abra sua conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

“Só por desinformação alguém pode votar conscientemente nessa figura que fala coisas tão grotescas contra negros, mulheres, nordestinos e contra bolsa-família”, afirmou o petista em uma visita aos moradores da COHAB Raposo Tavares, localizada na zona oeste de São Paulo. “Ele não tem qualificação para ser deputado, quanto mais presidente. Para vereador, ele não tem qualificação. Ele disputa com certeza como pior parlamentar”, completou.

PUBLICIDADE

Além disso, Haddad mais uma vez criticou Bolsonaro por não participar dos debates: “não tem paralelo na história do país de alguém que chegou na presidência sem debater”, afirmou o candidato petista, que também fez uma autocrítica sobre os “erros” de seu partido. “Se dirigente do PT errou e há provas, tem de ir para cadeia”, disse Haddad.

Haddad falou também que pretende priorizar coletivos de cultura da periferia em uma eventual vitória no segundo turno. Ele citou uma iniciativa tomada quando era prefeito de São Paulo, na qual parte do orçamento da Cultura para a produção cultural das periferias: “hoje você vê aqui em São Paulo a periferia é a que mais produz cultural e nem sempre recebe apoio público, então uma parte do orçamento voltado para produção cultural vai ser destinado para coletivos de periferia, inclusive parte da Lei Rouanet”, prometeu.