Internet

Hackers vazam informações pessoais de novo presidente do Senado e prometem “não dar sossego” a corruptos

"A mensagem é clara e direta: político, principalmente corrupto, não terá sossego enquanto nós estivermos aqui", diz a postagem

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Hackers do Anonymous Brasil tiraram do ar o site do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) na tarde desta quinta-feira (2) em protesto à sua eleição ao comando do Senado na noite de quarta-feira (1º).

Em uma mensagem postada na página do grupo no Facebook, eles dizem que o ato é uma “pequena homenagem o mais novo corrupto, presidente dos corruptos”.

Eunício é investigado na Operação Lava Jato e já foi citado em duas delações premiadas. Além disso, segundo a força-tarefa, ele é o “Índio” da tabela do setor de propinas da construtora Odebrecht.

PUBLICIDADE

Em uma outra mensagem na página do grupo, os hackers divulgaram um link para um arquivo com informações pessoais do político cearense, como endereço, telefone residencial e uma lista de bens que pertenceriam a Eunício e o valor de cada um. A soma dos montantes chega a R$ 36,7 milhões.

Junto com a postagem, o grupo deixou outro recado à classe política: “a mensagem é clara e direta: político, principalmente corrupto, não terá sossego enquanto nós estivermos aqui”.