Eleições 2022

Guilherme Boulos desiste de candidatura ao governo de SP para tentar vaga de deputado federal

“Defendo a unidade da esquerda para derrotar os tucanos e o bolsonarismo no estado de SP”, disse o líder do MTST numa rede social

Por  Anderson Figo -

O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos, desistiu de sua candidatura ao governo do estado de São Paulo pelo PSOL. No Twitter, ele confirmou a decisão, que foi antecipada pelo jornal Folha de S.Paulo, e disse que vai concorrer ao cargo de deputado federal nas eleições de 2022.

“O momento do Brasil é crítico e exige gestos políticos e generosidade. Depois de muito diálogo com companheiros de partido e analisar o cenário, decidi ser candidato a Deputado Federal. Defendo a unidade da esquerda para derrotar os tucanos e o bolsonarismo no estado de SP”, escreveu.

“Tomei a decisão de ser candidato a Deputado Federal por uma razão: ajudar a construir uma grande Bancada de Esquerda no Congresso. Hoje o Centrão governa o Brasil. Precisamos ter força para a Reforma Trabalhista, o Teto de Gastos e aprovar mudanças populares”, continuou.

Buolos afirmou ainda que quer ajudar o PSOL a ampliar sua bancada no Congresso Nacional, alegando que o partido é “fundamental para o Brasil, com pautas que precisam ter mais visibilidade e voz”.

Apoio

O líder do MTST reforçou seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pelo Planalto.

“O que está em jogo neste ano não é apenas ganhar uma eleição, mas tirar o Brasil do buraco e resgatar a esperança. Eleger Lula é decisivo, mas vamos precisar de um Congresso que expresse os interesses populares. Quero estar na linha de frente desta batalha.”

“No nosso estado, temos outro desafio: derrotar Eduardo Bolsonaro. Não podemos deixar que seja de novo o deputado mais votado. SP precisa dar outra mensagem: derrotar Bolsonaro na presidência e seu filho na Câmara dos Deputados. Vamos sem medo! Vamos com esperança!”, concluiu.

Na corrida pelo governo de SP, o PSOL ainda não declarou oficialmente apoio ao candidato do PT, o ex-prefeito da capital do estado Fernando Haddad. Mas em um tuíte o presidente nacional da sigla, Juliano Medeiros, sinalizou que esse é o caminho mais provável.

“Como candidato a deputado federal, Boulos poderá ajudar a consolidar uma bancada ainda mais expressiva da esquerda e do ‘@psol50’ na Câmara dos Deputados. Para o governo de SP, considero que ‘@Haddad_Fernando’ é o único que pode unir as esquerdas e finalmente derrotar o tucanato”, escreveu.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe