Reformas

Guedes diz apoiar “totalmente” reforma administrativa e MP 1042

Em evento, o ministro afirmou também que prevalece o respeito às instituições e ao resultado eleitoral no Brasil

Paulo Guedes olha para o lado, pensativo
O ministro da Economia, Paulo Guedes (Andressa Anholete/Getty Images)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse apoiar “totalmente” a reforma administrativa e a MP 1.042, que trata sobre cargos em comissão. Ele participou nesta quarta-feira (15) do painel “Sem tempo a perder: debate sobre a urgência de transformar o Brasil e o papel das instituições e do Estado”, realizado durante o evento virtual “Diálogos para um melhor Estado”, do Movimento Pessoas à Frente, criado pela Fundação Lemann, Instituto Humanize e Republica.org.

No evento, o ministro afirmou também que prevalece o respeito às instituições e ao resultado eleitoral no Brasil. “Acredito que, ao contrário da narrativa política – e que a mídia ecoa -, há respeito pelas instituições, ao resultado eleitoral. Não podemos descredenciar a democracia brasileira”, comentou.

Ele continuou no assunto dizendo que não se pode falar para a direita no País que se deve desrespeitar o resultado das urnas no ano que vem, independentemente de quem vença as eleições. “É preciso deixar o governo eleito governar.”