Justiça

Governo vai ao STF contra decisão de Renan de “ignorar” anulação

Um dos líderes do governo na Câmara já afirma que União acionará o Judiciário contra Renan

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), desconsiderar o ofício do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), que anulava a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o governo já afirma que recorrerá ao STF (Supremo Tribunal Federal). Segundo informações do Valor Econômico, um dos vice-líderes do governo na Câmara, deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), afirmou que a União irá ao judiciário para contestar a decisão de Calheiros. 

“Não sei quando, mas vamos judicializar, porque Renan Calheiros não pode tomar uma decisão equivocada dessas”, disse. 

A reportagem também diz que o primeiro secretário da Câmara dos Deputados, Beto Mansur (PRB-SP), afirmou que a Mesa Diretora se reunirá na terça-feira (9) às 11h (horário de Brasília) para tentar convencer Maranhão a revogar a anulação do impeachment. 

PUBLICIDADE