UM BRASIL

Governo Temer é incomum: é muito impopular, mas bastante forte, diz cientista político

Rubens Figueiredo fala sobre o momento de extrema impopularidade da política e as dificuldades do atual governo de se comunicar com a população e atrair apoio para as reformas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em um momento em que a reforma política está entre os principais temas em discussão no Brasil, o UM BRASIL, parceiro de conteúdo do InfoMoney, entrevista o cientista político e consultor de marketing para campanhas eleitorais, Rubens Figueiredo.

Na conversa, ele fala sobre o momento de extrema impopularidade da política e as dificuldades do atual governo de se comunicar com a população e atrair apoio para as reformas. Figueiredo fala ainda sobre a continuidade da Lava Jato, o financiamento de campanha, o sistema eleitoral e o tamanho do Estado. Ele lembra ainda de que a situação no Brasil hoje é algo bastante incomum, em que o governo é bastante impopular, mas também muito forte.

Sobre a reforma da Previdência, ele afirma que o governo “vendeu” errado a ideia da proposta para a população. “O governo deveria ter vendido a reforma da Previdência como uma reforma que vai acabar com os privilégios das mega aposentadorias dos integrantes do setor público. Não foi isso que aconteceu”, diz.

Figueiredo também comentou sobre a mudança da política: “existe uma ideia um pouco ingênua de que é possível substituir a classe política que está aí de uma hora para outra, isso não aconteceu em lugar nenhum do mundo e não vai acontecer aqui. Então a gente tem que ter bom senso para apoiar a Lava Jato e reformar nossas instituições políticas”.