Medida revogada

Governo recua após pressão dos caminhoneiros e suspende nova tabela de frete rodoviário

Será realizado novo encontro com representantes da categoria nesta sexta-feira para rediscutir os valores

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Horas após anunciar a nova tabela com os preços mínimos dos fretes, o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, informou no final da noite da última quinta-feira (7) que o governo decidiu suspender a medida e marcou novo encontro com representantes dos caminhoneiros nesta sexta-feira (8) para rediscutir os valores.

De acordo com o Ministério dos Transportes, a tabela será revogada porque houve uma reação bastante negativa aos novos valores definidos que resultaria em uma redução média de 20%, o que poderia implicar em uma nova greve da categoria. “Essa nova resolução trouxe algumas questões que precisam ser revistas. Foi uma determinação agora do Ministério dos Transportes e da ANTT que a gente torne essa resolução publicada hoje sem efeito”, disse o ministro.

A criação de uma tabela de preço mínimo para o frete foi uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a paralisação da categoria que durou cerca de duas semanas e gerou uma crise de abastecimento em todo o Brasil.

PUBLICIDADE